Arquivo do mês: novembro 2008

Inserindo Vídeos Diretamente no PowerPoint

Um ótimo recurso do PowerPoint que quase ninguém conhece ou simplesmente ignora por não saber usar é a inserção de vídeos diretamente na apresentação, nos slides mesmo. Quantos de vocês já se depararam com um professor que, para mostrar um vídeo relativo àquele assunto abordado na aula com o Data Show, espera a apresentação acabar ou minimiza a apresentação para reproduzir um vídeo qualquer no player padrão do PC utilizado? Pois bem, agora está na hora de vocês mostrarem que sabem mexer no “novo programinha de slides” da Microsoft.

Vamos lá, primeiro você vai abrir o PowerPoint (Dããã) e monta a sua apresentação

O PowerPoint 2007 possui modelos de Design interessantes, mas vários outros podem ser baixado pelo próprio programa mesmo via Office Online. Os modelos de Design possuem recursos especiais que é a formatação geral a apresentação, ou seja, você pode mudar todo o layout da apresentação com um único clique.

Você também pode mudar o esquema de cores, as fontes e os efeitos de preenchimento de formas independente do design escolhido. As cores e as Fontes são personalizáveis, os estilos não.

Assim você pode escolher o que mais te agrade. Eu escolhi o tema Pintura Yamato para esse exemplo.

Ao criar um novo Slide, vai aparecer o Layout Título e Conteúdo por padrão, assim fica mais fácil você inserir o vídeo clicando no ícone do tal, já que é um atalho

Ou então, você pode ir na aba “Inserir” e escolher, lá na última opção em Clipes de Mídia e inserir Vídeo.

Agora você deve estar pensando…

“Ahhh, mas é simples demais… Que tutorial Idiota!!!”

Pois é, só que quem vai ficar com cara de idiota é você se fizer APENAS ISSO e quando virar pra sua turma e dizer: “Agora eu vou mostrar um Vídeo” e ele não passar, porque o caminho que o programa vai usar é o que está no seu computador. Ou seja, se no seu PC a vídeo estiver em C:\Vídeos, NO SEU PC ele vai rodar tranqüilo, mas no PC da faculdade onde a apresentação vai acontecer de fato, quando o programa procurar o vídeo em C:\Vídeos, ele não vai encontrar, porque aquele C:\ não é o mesmo HD, talvez nem exista (ou praticamente com certeza) a pasta Vídeos lá.

Para que o vídeo passe dentro do PowerPoint é necessário que ele esteja na mídia removível que você está carregando a apresentação.

Simples? Nem Tanto…

Acontece que o vídeo já tem que estar previamente dentro da mídia quando ele for inserido. Para tanto tenho duas diquinhas básicas. Uma para CDs e outra para Pendrives.

Para CDs:

Como disse antes, é necessária a prévia gravação, portanto, utilize a gravação de multisessão, que é aquela que permite que arquivos sejam gravados posteriormente no Cd após uma primeira gravação; É como se o Cd não fosse Selado ou Finalizado.

Para gravar um Cd em Multisessão, utilize o famigerado Nero Express ou Nero BurnigRom. Eles possuem essas opções, é só você procurar.

Mas, como nem todos usam o Nero (que é pago). Para gravar um disco multisessão sem o Nero, é recomendável utilizar a própria gravação do Windows.

Para isso, se você estiver usando o Windows XP, insira um Cd vazio no drive, vai aparecer uma opção de execução automática, escolha a “Gravar CD de Dados”, vai abrir a janela do Cd em Branco. Arraste para lá o arquivo de vídeo e clique em “Gravar” que fica na lateral esquerda do monitor.

Se Você estiver usando o Windows Vista, cuidado. Nesse sistema há um recurso “novo” de gravação que pode ser um dor de cabeça. É o sistema de gravação mais conhecido pelo software InCD (do Nero também) o “Sistema de Arquivos Ativos” que permite que você adicione e apague arquivos do cd como se ele fosse uma unidade flash ou um disquete (isso ainda existe??). E é aí que mora o perigo, pois essa opção está no padrão e ela não costuma ser assim, essa maravilha toda que todo mundo pensa, além disso ela é incompatível com outros sistemas operacionais não Windows ou abaixo do XP. Para escolher a opção que realmente vai salvar a sua pátria, clique em “Mostrar Opções de Formatação”. Aí você vai ver que o buraco é mais em baixo. Vai aparece uma opção chamada “Mastered”, e essa sim é a opção que nós escolheremos. Como você pode ver, não há opção de escolher multisessão ou não, isso porque esse recurso é padrão.

Grave o arquivo de vídeo com o recurso ou aplicativo que quiser (sendo em multisessão). Após a gravação 11 em 10 programas de gravação vão expulsar o Cd do drive, insira-o novamente e deixe a janela dele aberta.

Abra a sua apresentação e insira o vídeo procurando ele DENTRO DO CD ou do PENDRIVE. Insira-o, salve a apresentação, e se ela estiver finalizada arraste o arquivo dela para a janela aberta do Cd. Aquela caixinha de gravação vai abrir de novo, dá avançar e avançar até gravar.

Pronto, o vídeo de vocês passará diretinho no slide, independentemente de onde você apresentar ele.

No caso de Pendrives, a coisa fica muito mais simples, é só jogar o Vídeo lá dentro, e na hora de inserir, procurar o vídeo dentro do Pendrive. Ele vai funcionar mesmo de a letra (E:\, F:\ etc…) não for a mesma no computador da apresentação.

Agora você está se perguntando:

Ahh Marcelo, e que vídeo que eu PODERIA usar? O da Madonna???

Já que é assim, aqui vão mais algumas diquinhas básicas.

O YouTube é recheado de coisas interessantes e vídeos educativos. O problema é como baixar esses vídeos e o mais complicado, como fazê-los rodarem em qualquer computador.

Para baixar o vídeo eu recomendo o site KeepVid. É só inserir o link do vídeo do YouTube no campo e clicar em Download, em baixo, no Download Links. Como vai ser um vídeo que você vai carregar, recomendo baixar o tal no segundo link, em MP4, porque a qualidade dele é infinitamente superior à FLV. Para fazer o Download, clique com o botão direito do mouse no link desejado e escolha “Salvar Destino Como…” Isso pode ser feito também utilizando aceleradores de download, mas não é possível pausá-los. Após o download feito, você vai ter um arquivo no seu computador que na grande maioria das vezes não vai ser reconhecido. Para que ele seja reconhecido é necessário um pacote de codecs ou um programa conversor. Como eu não gosto muito de um monte de programinhas tomando conta do meu computador, instalei apenas o codec Xvid, e depois um programa Free de conversão chamado MediaCoder. O MediaCoder é um pouco chatinho de mexer, mas ele até que é um pouquinho intuitivo. Adicione os arquivos para serem convertidos e o formato de vídeo de saída. Como eu tenho o codec Xvid aqui, eu prefiro codificá-lo para este formato, mas lá existem outros formatos que podem ser utilizados. Eu nunca consegui converter pra outro formato a não ser Xvid que funcionasse… mas bem, se você não quiser instalar um programa no seu PC, tem as opções online como o Media Convert, mas já vou adiantando que ele também é chatinho de mexer, porque tem muitas opções o que acaba confundindo.

Ok, agora que o vídeo está baixado, convertido para um formato reconhecível pelo seu PC, está na hora de fazer ele ficar reconhecível para qualquer PC.

Temos agora que converter ele para WMV (Windows Media Video). É um formato que é reconhecido sem problemas por qualquer Windows que exista na face da terra. Para isso vamos utilizar o Windows Movie Maker ou o Windows Live Movie Maker (BETA).

Edite o seu vídeo, faça o que quiser com ele e depois escolha “Salvar Arquivo de Filme” (no XP) ou “Publicar Filme”.

Pronto. Seu vídeo está pronto para ser apresentado (não se esqueça de colocar as referências na apresentação hein?

Leiam Também meu Post sobre Estética e sobre Animações no Power Point.

Obs: Se o seu PC já reconhecer MP4, talvez o Movie Maker aceite o arquivo para conversão

Obs2: Se você conseguir fazer o MediaCoder converter o MP4 diretaço para WMV, o Movie Maker pode não ser necessário.

Obs3: Após instalar o Xvid, ele adiciona alguns filtros para serem utilizados no Movie Maker, só que acontece que esses filtros ao invés de ajudarem atrapalham na hora da conversão deixando metade da tela Verde com vídeo espremido em cima. Para sanar esse problema vá em Ferramentas > Opções > na guia “Compatibilidade” e Desmarque a caixa Xvid-MPEG-4 Video Decoder.

Obs4: Essa dica da inserção de vídeos funciona também com o Office Xp, 200x e acho que com o 97…

Atualização [04/08/2010] Se você tiver o Office 2010, esse tutorial não é necessário porque ele incorpora os vídeos na apresentação!

Aproveitem

Até a Próxima

Anúncios

16 Comentários

Arquivado em O Office 2007 e os Universitários

O Office 2007 e os Universitários

Inaugurarei a partir de hoje, uma categoria nova que se chama “O Office 2007 e os Universitários”. Os posts desta categoria terão por objetivo dar dicas de como aproveitar o máximo os recursos da suíte de programas (com ênfase em PowerPoint, Excel, Word e Outlook, que são os programas mais usados pelo universitários).

Darei dicas sobre os estilos rápidos no Word, técnicas de animação e multimídia no PowerPoint, como usar o Excel para diversão e como se organizar pelo Outlook.

Prepararei o primeiro post sobre como colocar vídeos diretamente no PowerPoint. Pode demorar um pouco porque é uma coisa que leva tempo.

Aguardem

Até a Próxima

Deixe um comentário

Arquivado em O Office 2007 e os Universitários